Como saber o porte da minha empresa? Entenda aqui!

Como saber o porte da minha empresa? Entenda aqui! post thumbnail
0 Comentários

Como saber o porte da empresa? Existem muitos deles e isso pode interferir diretamente na quantidade de impostos que são cobrados e na forma como há a tributação. Por isso, ficar por dentro dos requisitos de cada porte, do que se trata e outros aspectos também é uma forma da sua marca em conseguir economizar. No artigo de hoje, a ATSHOP irá te ajudar um pouco mais sobre o assunto.

Veja mais sobre o porte da empresa e desculpa qual se adequa ao seu perfil

O Simples Nacional vem sendo uma alternativa para muitas empresas que desejam pagar os tributos de forma simplificada em apenas um boleto chamado de DAS. O boleto é gerado pela Receita Federal mensalmente de acordo com a quantidade de notas fiscais que foram emitidas. Em suma, as regras são um pouco diferentes somente para quem atua como MEI que tem um valor fixo de tributos independente do porte da empresa. Ou seja, paga-se na faixa de R$ 61 até R$ 66 e tudo varia da categoria da marca.

Veja, abaixo, quais são os principais portes da empresa tanto para quem está começando quanto para aqueles que já estão no mercado há mais tempo. E, assim sendo, escolha uma alternativa que mais se adeque ao seu perfil.

MEI

O MEI, microempreendedor individual, pode ter o faturamento de até R$ 81 mil por ano e a lei permite que o mesmo realize a contratação de apenas um colaborador. Vale salientar que existem apenas duas obrigações que devem estar sendo cumpridas no prazo, sendo a primeira delas em relação ao pagamento dos impostos fixos, o DAS que é emitido no portal do PGMEI, e também em relação à declaração de faturamento anual em que se deve informar todo o valor que entrou para o caixa da empresa.

Veja também  Minha empresa pode contratar menor aprendiz? Entenda aqui!

EI

O EI tem a possibilidade de faturar até R$ 360 mil e é uma categoria destinada somente para os grupos que têm profissões intelectuais como os médicos e advogados. Neste caso, o patrimônio da pessoa física está completamente atrelado ao patrimônio da pessoa jurídica. Esse porte de empresa também pode estar dentro do Simples Nacional e, assim sendo, contar com uma tributação mais simplificada.

ME

O ME não tem o nome da empresa atrelado ao CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Em suma, o valor máximo de faturamento que pode ser obtido pela marca é de até R$ 360 mil. Neste caso, pode-se ter sócios para entrar para o SN, mas o sócio não pode estar morando fora do Brasil. A empresa também deve estar somente no país, sem filiais no exterior.

EPP

O EPP nada mais significa que empresa de pequeno porte, permitindo, assim, que o faturamento anual seja de até R$ 3,6 milhões. Esse regime também pode acabar se encaixando para o LTDA, que permite a participação de até 7 sócios para cada CNPJ.

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente para podermos te ajudar mais em relação a isso! 

Categoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.